Poema: Bicharada

Os poemas de acumulação são ricos em brincadeiras e possibilidades. Aproveite este. Leia e releia. Brinque com as palavras e com os personagens.

a pavoa apavorou-se

com a cauda do pavão.

o pavão apaixonou-se

pelo pio do joão.

o joão espatifou-se

na casa do colibri.

o colibri jogou-se

no colo do bem-te-vi.

o bem-te-vi jurou-se:

não fico mais aqui.

(c) Rogerio Alves, 2019

Normalmente, os versinhos saem primeiro no instagram (@coisadecrianca_blog). Mas este é um presente para os leitores do blog.

#alfabetizacao #educacao #versinhos #leiaparaumacrianca #poeminhainfantil #crianca

Estava uma ventania dessas de bater as janelas e fazer as roupas do varal dançar coreografia. Zunia e assobiava noite e dia. Sinal de que alguma coisa acontecia. Enquanto os adultos cochichavam, o men