top of page

Relatos de um ano novo que não chega

Dois mil e vinte e dois será um ano que valerá por dois. Estamos – mundialmente – há centenas de dias dentro de casa, nas telas, dedos presos no teclado. Dois mil e vinte. Dois mil e vinte sorrisos presos da porta para dentro. Dois mil e vinte passos por dia nas mesmas direções – quarto, banheiro, cozinha. Dois mil e vinte tropeços – o ano vira, e chega mais um: tropeço dois mil e vinte e um. Todos nós seguimos esperando dois mil e vinte e dois. O ano que valerá por dois.

(por Thais Monteiro.)

Alguns segredos da crônica

Você conhece crônica? Escrever crônica não é fácil. É um gênero de texto que exige uma certa intimidade com as palavras e um jeito especial de ver as coisas que acontecem ao nosso redor e, ainda, ter

Canções com Paulo Tatit

Coisa de Criança está fazendo um curso fantástico: Criando Canções, com o mestre das letras e músicas Paulo Tatit, do Palavra Cantada. Ele mesmo! O desafio de cada aula é escrever uma letra para linda

O Elevador

EU ESTOU NO ELEVADOR NA ESCADA E NA ESTANTE. EU ESTOU TAMBÉM NO COMEÇO DE ELEFANTE. por THAIS MONTEIRO

Comments


bottom of page